CONVERSAS SOBRE CINEMA BRASILEIRO: 500 ALMAS

O Conversas sobre Cinema Brasileiro exibirá no dia 28 de agosto, o documentário“500 Almas” do diretor Joel Pizzini, que estará presente na exibição para um debate sobre o audiovisual e cinema brasileiro.

O documentário investiga a cultura da etnia milenar Guató, cujos descendentes vivem na região do atual pantanal mato-grossense.

A história e a cultura Guató são apresentadas ao espectador, de maneira fragmentada. Essa opção narrativa traduz a fragilidade da memória desse povo . Filmado na ilha Insua, Pantanal, e em localidades como Cáceres, Poconé e Berlim (Alemanha), tem como ponto de partida o resgate da identidade do povo Guató e os  movimentos de recuperação e preservação de sua lingua.As imagens  alternam-se com as do acervo do Ethnologisches Museum – Staatliche Museen zu Berlin [Museu Etnográfico de Berlim], com fragmentos da peça A Controvérsia (1550), de Jean-Claude Carrière (1931), e imagens da região do pantanal nos dias atuais marcando a justaposição de tempos e espaços no mosaico de Pizzini.
Recebeu, entre outros, prêmios como: Melhor Pesquisa pela Fundação Rockfeller, Rio de Janeiro; Margarida de Prata pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Rio de Janeiro; Melhor Filme no Festival do Rio e Melhor Documentário Latino-Americano no Festival de Mar del Plata.
Serviço: 

Classificação: livre

Data: 28/08/2019 (quarta-feira)

Horário: 19h

Local: Cine Guarani – Portão Cultural

Endereço: Av. República Argentina, 3430 – Portão

CONVERSAS SOBRE CINEMA BRASILEIRO: MOSTRA DE CURTAS

CONVERSAS SOBRE CINEMA BRASILEIRO: MOSTRA DE CURTAS

Organizado pelo LabEducine, o Conversas sobre Cinema Brasileiro exibe hoje, à 19hrs no Cine Guarani, uma mostra com quatro curta-metragens que retratam o tema da inclusão.

Sinopses dos curtas!
Kbela – (BR, 2018, ficção, 22’, Livre) – Direção: Yasmin Tainá
Sinopse: Representatividade, empoderamento, autoestima e reconhecimento são disputas em que o KBELA se insere, onde o desafio é, a partir da criação de novas narrativas sobre a mulher negra, garantir alguma visibilidade que possa interferir e, quem sabe, alterar efetivamente a realidade.

Era um garoto que como eu gostava dos Beatles e dos Rolling Stones – (BR, documentário, 25’, Livre) – Direção: Rosana Cacciatore Silveira Sinopse: Era um garoto que como eu amava os Beatles e os Rolling Stones é um documentário sobre inclusão. Três jovens com deficiência, um deles com paralisia cerebral e outros dois autistas, encontram na música uma forma de expressão e interação social. Gabriel, Eduardo e Felipe curtem rock e, com a ajuda de um músico terapeuta e dois psicólogos, criam uma banda: Os Goiabeiras. O documentário mostra essa experiência musical, e, em especial, seu o caráter inclusivo.

Nada (BR, 2017, ficção, 28’) – Direção: Gabriel Martins
Sinopse: Bia acaba de fazer 18 anos. O final do ano se aproxima e com ele, o ENEM. A escola e os pais de Bia estão pressionando para que ela decida em qual curso vai se inscrever. Bia não quer fazer nada.

Mulheres Negras – Projetos de Mundo (BR, documentário, 26’) – Direção: Day Rodrigues
Sinopse: Nove mulheres, muitas vozes do presente, sem perder as referências do passado. Através de vivências e reflexões, o documentário levanta questões e instiga em poéticas as minúcias do que é ser mulher negra no Brasil.

ENTRADA FRANCA
Cine Guarani – Portão Cultural (Avenida República Argentina, 3430 – Portão)

CONVERSAS SOBRE CINEMA BRASILEIRO: MEU BEBÊ REBORN

O nascimento de um bebê é um momento singular, e não é diferente para as mamães reborn, mas seus filhos são enviados por cegonhas. Esse é o nome dado às artesãs que customizam bonecas para se parecerem com bebês reais.
Direção: Joana Nin
(Brasil, 2018, documentário, 52’)

Bate Papo com a diretora Joana Nin.

Evento organizado pelo Laboratório de Cinema e Educação -LabEducine da UNESPAR e Projeto Cinema Educa – Audiovisual e Educação, Formação Continuada do Programa Universidade Sem Fronteiras. Projeto financiado pelo Fundo Paraná, Superinrtendencia de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior PR

MONITORES DO CURSO DE CINEMA DA FAP/UNESPAR PARTICIPAM DE AÇÃO PARA INAUGURAÇÃO DE CINE PASSEIO

Equipe de monitores curso de Cinema da Fap/Unespar, juntamente com a professora Solange Stecz auxiliaram nos preparativos para a inauguração do Cine Passeio. A ação contou com a colaboração de 14 integrantes do LabEducine.

O novo complexo cultural que será inaugurado oficialmente no dia 27 de março, busca trazer novamente a capital o cinema de rua e ser referência na formação audiovisual e criativa da cidade. O local contará ainda com o Espaço Valêncio Xavier, uma homenagem ao criador da Cinemateca de Curitiba e seu inestimável legado a cultura e ao cinema brasileiro.

DIPLOMA DE MÉRITO É ENTREGUE NO FESTIVAL DE CINEMA DA LAPA

Nesta edição do Festival três personalidades do meio artístico e cultural receberam Diploma de Mérito 

A Profa Dra Solange Straube Stecz, coordenadora do LabEducine, foi homeageada no Festival de Cinema da Lapa com o Diploma de Mérito por seu trabalho nas áreas de ensino, pesquisa e preservação. O iluminador Beto Bruel, e o fotografo, jornalista e cineasta Tiomkim, também receberam a homenagem.

Nesta 11a edição do evento, os atores Nivea Maria e Osmar Prado também foram consagrados pelo festival. Ambos receberam o Troféu Tropeiro, pela dedicação e contribuição ao audiovisual brasileiro.

A premiação ocorre todo ano e busca consagrar grandes nomes que contribuem com a cultura, pesquisa e difusão da arte cinematográfica brasileira.

 

 

 

 

 

 

 

 

11o FESTIVAL DE CINEMA DA LAPA

Entre os dias 21 e 25 de novembro, acontece a 11a edição do Festival de Cinema da lapa. Ao longo da semana, serão exibidos gratuitamente dezenas de filmes, além de shows, homenagens e exposições. Um dos grandes destaques da programação ficará por conta da mostra competitiva, que contará com a exibição dos filmes “Coração de Cowboy”, “Benzinho”, “10 Segundos Para Vencer” e “Ferrugem”. Nesta edição do Festival a professora Solange Straube Stecz, coordenadora do LabEducine, recebe o Diploma de Mérito oferecido pelo festival por seu trabalho nas áreas de ensino, pesquisa e preservação.

A programação completa você encontra aqui: PROGRAMAÇÃO FESTIVAL DE CINEMA DA LAPA 

VIVÊNCIAS E CONVIVÊNCIAS +60 – “IVÁN”

Amanhã (06/11), será exibido o documentário “Iván”, do diretor Guto Pasko. A obra conta a história de Iván Bojko, um ucraniano sobrevivente da Segunda Guerra Mundial, que em 1942, Bojko foi retirado à força de seu país pelos nazistas, para que realizasse trabalhos forçados na Alemanha. Em 1948, ele conseguiu fugir para o Brasil. Desde então, não pôde mais encontrar seus familiares. 68 anos depois, Iván retorna à sua pátria.

Serviço:

Ingresso: gratuito

Data(s): 06/11/2018 a 07/11/2018 – 3ª e 4ª feira

Horário(s): (TER | QUA) 13h30

VIVÊNCIAS E CONVIVÊNCIAS

O Projeto “Vivencias e Convivências 60+” propõe o conhecimento das artes em suas diversas modalidades, expedições a espaços culturais/artísticos da cidade e o resgate da memória do idoso por meio da história oral e de imagens. A proposta é bastante simples: Oferecer momentos de lazer à idosos dos projetos sociais da Prefeitura Municipal de Curitiba com acesso também à comunidade. O cinema é uma atividade simples e prazerosa, estimula a reflexão e o convívio, além de ser um poderoso instrumento de transmissão de conhecimento e cultura.

Confira algumas fotos das sessões realizadas e fique atento a programação do projeto!

DISPONÍVEL NO YOUTUBE

Está no ar a websérie “Meu Mundo – Minhas Histórias: Protagonismo Juvenil em Rede” na plataforma do Youtube.

Todos os episódios das escolas que participaram do projeto foram disponibilizados no youtube e estão separados em playlists com os nomes das escolas. Informações adicionais como: equipe, integrantes e etc também estão nas descrições dos vídeos!

ASSISTA, CURTA E COMPARTILHE:

https://www.youtube.com/channel/UCOFaMJZAr_LaE19ALcfGw4Q

13ª MOSTRA DE CINEMA DE OURO PRETO

A 13ª CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto, que acontece de 13 a 18 de junho, na cidade histórica mineira, selecionou 69 curtas produzidos por estudantes, educadores e cineastas no contexto escolar e espaços não-formais de ensino.  As produções serão exibidas na Mostra Educação, que integra pelo terceiro ano consecutivo a programação de filmes da CineOP. Em 2018, a Mostra Educação homenageia a escola, especialmente a pública, seus cotidianos e quem a habita.

A Mostra Educação pretende dar destaque para processos colaborativos e horizontais, nos quais os estudantes tenham atuado em situações de protagonismo e ocupado efetivamente o lugar de articuladores dos materiais elaborados, filmados e editados.

Dois curtas produzidos pelo LabEducine foram selecionados para a Mostra Educação da 13ª CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto: “Grêmio Estudantil”; e “Futebol Feminino”. Ambos foram realizados na oficina de audiovisual que integra o Festival de Cinema da Lapa, com os estudantes do Colégio Estadual do Campo Antonio Lacerda Braga de Mariental.  A oficina foi ministrada por: Priscila Pacheco, Téia Werner, Sérgio Bertovi (egressos do curso de especialização em Cinema com enfâse em produção) e Douglas Carvalho, graduando em Cinema e Audiovisual da Unespar/Campus Curitiba II/FAP

DIÁLOGOS CINEMA E EDUCAÇÃO: CADÊ A ESCOLA QUE ESTAVA AÍ?

 A escola pública vem sofrendo críticas, ameaça, desqualificações e hoje ela é cada vez mais condicionada a um fazer cujo ritmo é marcado por políticas nacionais e internacionais de avaliação, rankings, em definitiva produtividade. A lógica do mercado penetra cada vez mais os espaços de ensino e os processos de privatização anunciados outrora começam acontecer assustadoramente. É urgente defender a escola pública. Como? O que é efetivamente escolar? em que medida o cinema pode contribuir para o reconhecimento da escola como tempo livre e espaço público? Que função teria a lei 13006 e a elaboração de um Plano Nacional de Cinema na Escola nesse sentido?

A coordenadora do LabEducine, professora Solange Stecz, participará da mesa redonda “DIÁLOGOS CINEMA E EDUCAÇÃO: CADÊ A ESCOLA QUE ESTAVA AÍ?” com a professora da UFSC|SC, Karen Rechia e com o professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFJF|MG, Maximiliano López. A conversa será mediada por  Cezar Migliorin –professor UFF|RJ

Dia: 16/06/2018

Horário: 14h30 às 16h30

Local:  Auditório II – 2º andar – Centro de Artes e Convenções Ouro Preto.

Grêmio Estudantil

Sinopse

Um documentário realizado pelos alunos do Colégio Estadual do Campo Antonio Lacerda Braga, que discute o papel do grêmio estudantil em suas vidas.

Exibições

16/06 | sábado – 19h15

Cine-Praça

Futebol Feminino

Sinopse

Um documentário realizado pelos alunos do Colégio Estadual do Campo Antonio Lacerda Braga, sobre a importância do único time de futebol do ambiente escolar, composto por meninas.

Exibições

18/06 | segunda – 12h00

Cine Teatro

Saiba mais sobre a 13ª CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto em: http://cineop.com.br/