Para a realização do projeto foram selecionados quatro Colégios da Rede Estadual de Ensino, em Curitiba e região metropolitana, bem como um Colégio no município da Lapa, com a possibilidade de ampliação para outros colégios interessados. Durante a elaboração do projeto foi estabelecido o contato com professores e professoras dos Colégios que passaram a integrar o projeto.

COLÉGIO ESTADUAL MARECHAL CÂNDIDO RONDON – BAIRRO DO PORTÃO – CURITIBA

Link para o site da escola: http://www.ctacandidorondon.seed.pr.gov.br

Professora disciplina de Artes no Ensino Fundamental e Médio-  Adriana Carla Dalazen Cichocki – Graduada em Educação Artística / Artes Plásticas na Faculdade de Artes do Paraná, especialista em Metodologia do Ensino da Arte pela Faculdade Internacional de Curitiba, professora da disciplina de Artes no Ensino Fundamental e Médio pela Secretaria da Educação do Estado do Paraná no Colégio Estadual Marechal Cândido Rondon.

Diretora: Cinara Manchenho Siqueira

Vice-diretora: Luciane Marchiorato Silva

Número de Alunos: aproximadamente 468 alunos.

Localização – R. Des. Lauro Sodré Lopes, 267 – Portão, Curitiba – PR

O Colégio Estadual Marechal Cândido Rondon é um colégio situado no bairro Portão na capital do Estado do Paraná, Curitiba. A instituição oferta os ensinos fundamental, médio e técnico à comunidade majoritariamente da mesma região.

Sendo assim, o colégio não se restringe apenas à matriz curricular básica. O que demonstra uma atenção especial aos que visa atender, de forma que faz possível a existência de cursos técnicos como: técnico em segurança do trabalho, técnico em enfermagem e técnico em cuidados com a pessoa idosa, os quais apresentam possibilidades de profissionalização de amplo conhecimento e alcance na região. Assim como o programa CELEM (Centro de Línguas Estrangeiras Modernas), que torna não somente possível o aprendizado de línguas estrangeiras, mas também o encontro de outras culturas que não chegam até a população com sua devida atenção e importância. E o PROEJA, que tem em sua maioria alunos jovens-adultos, empregados ou autônomos.

No entanto, ainda com todos esses dados, o maior número de alunos presentes no colégio é do ensino médio diurno, alunos esses que em sua maioria não trabalha e conseguem ter acesso a cursos complementares de formação.

Esses dados apresentam não somente uma realidade social mais ideal em relação a outras instituições de ensino público, como corrobora com apontamentos do Projeto Político Pedagógico, como sendo primeira opção entre as escolas públicas da cidade, mesmo estando situada em um bairro afastado do grande centro urbano de Curitiba.

Tendo como compromisso grande parte de sua missão como instituição formadora, ainda se observa que a escola que conta com área total de 4.319 m², em um terreno de 15.500 m², não tem uma estrutura que permita concluir tudo que oferta de modo ideal. Isso não somente é visível, como também é sentido pelos próprios alunos e professores, que gostariam de consumar esse compromisso. Mesmo assim, o colégio abre portas para projetos inovadores que possam aproximar cada vez mais a comunidade à escola e tornar a convivência no ambiente escolar como algo de interesse geral, como aulas de musicalização, xadrez, canto, dança, teatro e mais recentemente, o projeto Meu Mundo, Minhas Histórias- Protagonismo Juvenil em Rede, que conta com oficinas de Cinema e Audiovisual aos alunos do ensino médio.Dessa forma, permite-se concluir que assim como todas as instituições, têm fragilidades que necessitam de forma urgente ser tratadas, mas que mesmo com as dificuldades que isso acarreta, consegue utilizar e valorizar projetos oriundos da iniciativa pública.

Alunos da escola participantes das oficinas:  

Bruna Cristina dos Santos Alves

Gabriela Kauane Marques da Silva

Guilherme Henrique Silva de Souza

Isaque Barauce da Silva

Lucas Henrique Wroblewski Rios

Maira Gabrielly Vieira

Mônica Beatriz Laurentino de Carvalho

Thais Scopel

Bolsistas: Catalina Sofia Meza Reyes e Renan de Lima  Turci

COLÉGIOS EM PINHAIS

Pinhais, o município que pertencia à Piraquara até 1992, é um dos mais novos e o menor em extensão do Estado, com uma área de 60,92 quilômetros quadrados. É, também, o município mais próximo do centro da Capital do Estado, pois está a 8,9 quilômetros da região central. Conta com 15 bairros e faz divisa com Colombo, Curitiba, Quatro Barras, São José dos Pinhais e Piraquara.   

Segundo o último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizado em 2010, Pinhais configura-se como a 14ª maior cidade paranaense em população, com mais de 120 mil habitantes. Desses, mais de 61 mil integram a parcela economicamente ativa da localidade, que apresenta um PIB per capita de R$ 39 mil.

A história recente da ocupação territorial de Pinhais tem as suas raízes intimamente ligadas à construção da Ferrovia Paranaguá Curitiba, á no ano de 1885. Juntamente com a estrada foram edificadas estações ferroviárias e casas para os funcionários responsáveis pela manutenção das mesmas. Além das casas dos operários e as estações , na década de 1890 houve a instalação da  da fábrica de cerâmica da Família Francisco de Almeida Torres que anos depois seria vendida para Guilherme Weiss. A Olaria atraiu novos moradores, muitas famílias se mudaram para onde hoje é o município de Pinhais, tornando-a na época uma vila de operários.

Atualmente Pinhais conta 21 escolas municipais, 14 estaduais, 11 centros de educação infantil e uma universidade, além de estabelecimentos particulares aqui instalados, atendendo mais de 20 mil estudantes, contemplando os ensinos fundamental e médio (Fonte – Prefeitura Municipal de Pinhais)

COLÉGIO ESTADUAL SEMIRAMIS DE BARROS BRAGA – PINHAIS – PR

http://www.pinhaisemiramis.seed.pr.gov.br/

Professora Mirna Werner Fagundes – Vice- diretora.

Possui formação em Letras/Português pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), especialização em Linguística (UFPR) e especialização em Cinema com Ênfase em Produção pela Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR).

Diretor: Cid Antonio Veronese Filho

Vice-diretora: Mirna Werner Fagundes

Número de Alunos: aproximadamente 717 alunos.

Localização –  R. Inajá, 150 – Emiliano Perneta, Pinhais – PR, região metropolitana de Curitiba – PR.

O Colégio Estadual Semiramis de Barros Braga é um colégio estadual que atende os ensinos fundamental e médio e localiza-se na Vila Emiliano Perneta em Pinhais, município da região metropolitana de Curitiba. Pinhais tem aproximadamente 128 mil habitantes, segundo dados do IBGE de 2016, 28 mil estudantes e cerca de 20 escolas.

O Colégio iniciou seu funcionamento no ano de 1962 com o nome Escola Isolada Emiliano Perneta com apenas uma sala de aula e uma professora, que atendia 60 alunos de 1 a 4 séries. No ano de 1972, foram inauguradas mais duas salas com 160 alunos e 3 professoras. Nessa época, a escola funcionava em outro local, no mesmo terreno onde hoje situa-se a Igreja da Vila Emiliano Perneta.

Em função do aumento da demanda de alunos, em 1981 foi construído um novo prédio, no atual endereço , com 6 salas de aula e com um novo nome e a administração foi transferida de municipal para estadual. Assim, passou a ser Colégio Estadual Semiramis de Barros Braga.

Com essa ampliação, o ensino também se ampliou e passou a atender até a 8 série do ensino fundamental.

O ensino médio foi sendo implantado de maneira gradual a partir de 1987.

Os alunos em sua maioria moram nos arredores da escola.

Alunos da escola participantes das oficinas:  

Diulia Fernanda Galdino Pereira

Gabriele Silva Corrêa

Geovana de Oliveira Ribas Lopes

Gustavo Almeida

Jhenifer Francisca Tumiski

Katia Daiana dos Santos

Kethelin Cristini de Oliveira

Larissa dos Santos Nascimento

Lucas Sabrino de Paulo

Luis Henrique Carvalho

Matheus Giovanne Santos da Silva

Rebecca Alice Teixeira do Nascimento

Vitoria Nathali Oliveira

Bolsistas: Flora e Silva Suzuki  e Nicole Loiola

COLÉGIO AMYNTAS DE BARROS PINHAIS – PR

  http://www.pinhaisamyntas.seed.pr.gov.br

Antonio Sidnei Ribeiro do Santos – professor de artes

Antonio Sidnei Ribeiro dos Santos, Licenciado em Educação Artística Pela Faculdade de Artes do Paraná, Especialista em Fundamentos do Ensino da Arte pela Faculdade de Artes do Paraná, Especialista em Educação Inclusiva pela Universidade Cidade de São Paulo, Professor de Arte da Rede Estadual de Ensino do Estado do Paraná, atuando no Colégio Estadual Amyntas de Barros onde desenvolve projetos na área das artes visuais e na linguagem audiovisual com ênfase na produção autoral. Realizou dentro do Programa de Desenvolvimento Educacional – PDE um Projeto de Intervenção Pedagógica na Escola, no qual propôs aos estudantes do Ensino Médio a produção audiovisual através da prática do cinema, com o objetivo de contribuir para o processo de ensino-aprendizagem.

Diretora: Gilmara Inocencia de Souza Santos

Vice-diretora: Meyre Martins de Assis

Número de Alunos: aproximadamente 847 alunos.

Localização –  R. Salgado Filho, 1371 –  Pinhais – PR, região metropolitana de Curitiba – PR.

  O Colégio Estadual Amyntas de Barros, que teve uma contribuição significativa a história do município. Fundada em 1975 recebeu o nome de Escola Municipal Vila Esplanada, quatro anos depois a instituição passou a se chamar Escola Municipal Jaime Canet. Em 1980 foi inaugurado um novo prédio durante o Governo de Ney de Barros Braga, ofertando o ensino básico e mantida pelo governo estadual do Paraná. Foi batizada com o nome que carrega até hoje, Escola Estadual Amyntas de Barros, mas foi apenas em a partir de 1997 que IO passou a funcionar em prédio próprio e a partir de 2004 foi instituído o Ensino Médio tornando-se o Colégio Estadual Amyntas de Barros. Acredita-se que o nome do Colégio seja uma homenagem ao Tenente Coronel José Amintas de Barros herói combatente que lutou ao lado do povo de Pinhais no Cerco da Lapa, apesar das controvérsias quanto ao nome do colégio, que também poderia ser uma homenagem ao governador vigente no período de sua fundação.

Alunos da escola participantes das oficinas:

Bianca Vitória Szast

Bruno Cavalcante da Rocha

Daniela Amiz

Evandro Forlepa

Joyce dos Santos Chatoski

Juliano R. Padilha

Kethelyn Pereira

Nicolly Dias

Vitória Maria dos Santos

Bolsistas: Nicole Loiola  e Flora Silva Suzuki

 

COLÉGIO EM COLOMBO – PR

Colombo é um município brasileiro do Estado do Paraná, na Região Metropolitana de Curitiba, ou Grande Curitiba. O povoamento de Colombo, que faz parte da Região Metropolitana de Curitiba, teve início no ano de 1878 quando um grupo de colonos italianos, oriundos do município de Morretes, para ali se mudou, recebendo terras e um pequeno subsídio que o governo da província lhes ofereceu para iniciarem suas lavouras. Sua atividade econômicabaseia-se nas indústrias extrativas de cal e calcário e na agricultura com a produção de hortifrutigranjeiros, com destaque para a uva. Entre seus aspectos turísticos, encontra-se a festa da Uva e do Vinho e suas grutas, como a de Bacaetava. Criado através do Decreto Estadual nº 11 de 8 de janeiro de 1890, e instalado em 5 de fevereiro do mesmo ano, foi desmembrado de Curitiba.

O Município de Colombo de hoje, contendo características tanto rurais, quanto urbanas, com seus 125 anos e sua população estimada em 229 mil habitantes (IBGE-2014), é ao mesmo tempo berço da imigração italiana e terra de todas as gentes. Colombo conta com 25 escolas estaduais e 90 escolas municipais.

COLÉGIO ESTADUAL ANTÔNIO LACERDA BRAGA

Link para o site da escola: http://www.cbxantonio.seed.pr.gov.br

Professor Sérgio Roberto Vieira MartinsDoutorando da Universidade Tuiuti do Paraná (UTP, 2017-2020, na Linha de Cinema e Audiovisual). Possui Mestrado (2016) em Comunicação e Linguagem (na Linha de Cinema e Audiovisual), pela Universidade Tuiuti do Paraná (UTP) e Especialização em Cinema, com Ênfase em Produção (FAP-UNESPAR, 2014); e ainda, Especialização em Fundamentos no Ensino de Artes, pela Faculdade de Artes do Paraná (2007). Licenciatura em Artes Visuais, pela Faculdade de Artes do Paraná (FAP-UNESPAR, 2012); graduação em Letras Port./Inglês pelo Centro Universitário Campos de Andrade (UNIANDRADE, 2005). Atualmente é professor concursado da Rede Estadual de Ensino do Estado do Paraná. É artista visual, escritor e cineasta, atua como roteirista, diretor e produtor independente.

Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8285744451778365

 Diretor: Sidnei Goncalves Pereira

Vice-diretor: Sidinei Sganzerla

Número de Alunos: aproximadamente 1338 alunos.

Localização –  R – Abel Scuissiato, 140 – Alto Maracanã na – Colombo – PR, região metropolitana de Curitiba – PR.

O  Colégio Estadual Antônio Lacerda Braga foi inaugurado em 1980. Construído por reivindicações dos moradores do Alto Maracanã e suas proximidades por somente existir uma escola no município, localizada no centro de Colombo, considerada pelos moradores da época distante. Dessa forma ele foi construído para possibilitar o acesso da maioria dos estudantes possíveis, ficando entre vias principais e – na época – uma das poucas asfaltadas da região. O nome da escola se dá por uma homenagem realizada pelo governador vigente da época, Ney Braga, à seu pai Antônio Lacerda Braga.   

A escola é considerada de grande porte e uma das maiores da região, atendendo cerca de 2200 crianças e jovens  e conta com 5 pavilhões em que ficam as salas de aula, laboratórios, biblioteca, administração, cantina, cozinha, banheiros, 1 ginásio coberto com vestiário e banheiros todos contendo acessibilidade a deficientes físicos.

Alunos da escola participantes das oficinas:  

Bolsistas:  Catalina Sofia Meza Reyes e Renan de Lima  Turci

Os projetos do LabEducine  seguem as metas da Agenda  2030 da ONU – (Organização das Nações Unidas) para o desenvolvimento sustentável, em especial  os objetivos 4 e 5  que se referem à educação, igualdade de gênero e empoderamento de mulheres e meninas.